Cristão é agredido e ameaçado de morte

A polícia se recusou a fazer um boletim de ocorrência, alegando que o reclamante era um “causador de problemas”

Os cristãos marroquinos pedem oração por Mohammed Saeed Zao, um cristão que sobreviveu a uma tentativa de assassinato na primeira semana de novembro. Ele é bem conhecido por causa de sua atuação nos direitos dos cristãos, e tem sido destaque na mídia do país, em matérias que abordam o tema “liberdade religiosa”. Já era noite quando ele estava entrando em seu apartamento e foi surpreendido por um homem que segurava uma espada e tentou agredi-lo.

Mohammed conseguiu se proteger ficando atrás da porta de entrada e o agressor foi embora gritando e fazendo sérias ameaças. No dia 7, o cristão foi para a delegacia relatar o incidente à polícia, que se recusou a registrar um relatório, alegando que ele era um causador de problemas. A situação dos cristãos marroquinos é bastante delicada.

Recentemente, a liderança muçulmana declarou que pretende proteger as minorias religiosas no país. O governo é representado por mais de 250 líderes muçulmanos religiosos e chefes de Estado. Mas, parece que a intenção é manter as normas de segurança somente no papel, já que a ideologia muçulmana é o que se coloca em prática quando se trata de alguém que não segue o islamismo. Segundo um dos colaboradores da Portas Abertas “só um milagre resolveria a situação dos cristãos perseguidos”. Ore pela igreja em Marrocos.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Categoria:MUNDO

Deixe seu Comentário